História

27/07/2013

1902No Verão de 1902 um grupo de jovens que passava férias em Belas junta-se e decide criar o Sport Club de Belas, nesse clube destacam-se os irmãos Gavazzo, Francisco e José Maria; o dito clube participa nas nas Feiras Populares de Sintra, disputando um jogo de foot-ball, em Seteais, contra um grupo de Sintra, sendo que o resultado foi de 3-0 a favor do clube de Belas; o Sport Club de Belas findou-se juntamente com o fim das férias e com o regresso dos seus jovens fundadores à vida em Lisboa. Alguns desses jovens viviam em Campo Grande e continuavam a juntar-se para conviver e saber novidades do foot-ball vindas de fora do país, logo e apesar de o clube de Belas ter acabado, o mesmo não acontecia com os ideais, e assim, chegado o ano de 1904, esses jovens de Campo Grande, os que vinham do tempo de Belas e mais outros que partilhavam o seu gosto, dos quais se destacam os irmãos Stromp e o José Holtreman Roquette (José Alvalade), fundaram o Campo Grande Football Club, que era uma colectividade onde se praticavam futebol, esgrima, ténis, corridas, saltos, festas sociais e piqueniques como as actividades de maior destaque.

1906Chegamos ao ano de 1906 e os elementos que constituíam o Campo Grande Football Club entram em desentendimento, acabando por se dividir em dois grupos, os que preferiam as actividades sociais e os que defendiam as desportivas, este grupo decide-se então sair da colectividade, eram cerca de duas dezenas, em que José de Alvalade decide ir ter com o seu avô, José Alfredo Holtreman (Visconde de Alvalade), para pedir dinheiro para criar um novo clube, iniciativa que o seu avô não só o apoia com o dinheiro pedido mas também ao ceder terreno na sua Quinta para a construção do Campo de Jogos, e assim ficou como Presidente da Direcção, e o neto entosiasmado profere esta frase: «Queremos que este Clube seja um grande clube, tão grande como os maiores da Europa». Em 14 de Abril do corrente ano dão-lhe o nome provisório de Campo Grande Sporting Club, mas em 1 de Julho desse mesmo ano, sugerido por António Félix da Costa Júnior, chega-se finalmente ao nome que o tornou grande: Sporting Clube de Portugal. As primeiras modalidades do Sporting eram as que reuniam a preferência dos seu fundadores, em que se destacavam o Futebol e o Atletismo, mas também haviam outras pois boa parte dos seus fundadores além de pertencerem à Direcção eram também atletas e alguns até em mais do que uma só modalidade.

1907Em 1907 o Sporting Clube de Portugal vai buscar o seu símbolo ao brasão dos Pombeiros, utilizando o Leão, mas com cores diferentes, sendo que o fundo verde é a cor escolhida pelo Visconde para simbolizar a sua esperança no novo clube, que o melhor Campo de Jogos português e que era considerado de Luxo para os tempos em que se vivia. Nesse ano dá-se a estreia do Sporting CP no futebol, e também nesse ano dá-se o primeiro passo para a Eterna Rivalidade, num jogo disputado frente ao Sport Lisboa (o actual Benfica), que resulta na vitória do Sporting, e também nesse jogo o Sporting estreou o equipamento com a Camisola bipartida Vertical de Verde e Branco e Calções Brancos (Equipamento Stromp). Em 1907/1908 o Sporting CP foi vice campeão Regional.

1910Corria o ano de 1910, quando José Alvalade assume a presidência do Clube, sendo que tal durou até 1916. Em 1912 o Sporting ganha o seu primeiro campeonato de Lisboa; Laranjeira Guerra vence o Porto-Lisboa em ciclismo; o eclético António Stromp torna-se no primeiro atleta do Sporting a participar nos Jogos Olímpicos, os de Estocolmo 1912 nas modalidades de Atletismo dos 100 e 200 metros, o Sporting vence ainda o seu primeiro Campeonato Nacional de Corta-Mato.

Em 1917 o Sporting muda de instalações devido a divergências entre a Direcção do Sporting, eleita em 1916, e José Alvalade, na presidência de Daniel Queirós dos Santos o Sporting sai das instalações do Stadium de Lisboa, construído em 1914, e arrenda-se um terreno vizinho, também em Campo Grande, estas instalações ficam conhecidas para a História como a «Estância de Madeira», onde o Sporting fica instalado até 1937, ano em que o Sporting regressa as instalações do antigo Stadium.

1923Em 1923 o Sporting conquista o seu primeiro Campeonato de Portugal de futebol (1922/23), ao vencer a Académica de Coimbra por 3-0, em Faro no dia 24 de Junho de 1923. Em 1928 o Sporting é convidado pelo Fluminense para uma digressão ao Brasil, e é nessa digressão que o Sporting utiliza pela primeira vez no futebol, a camisola com as listas horizontais verdes e brancas, nessa altura era o equipamento do Râguebi do Sporting, pois era um equipamento mais fresco, o resultado desportivo não foi favorável ao Sporting, mas já o impacto do equipamento foi tão bom que hoje é o equipamento principal da equipa de futebol do Sporting. A série de vitórias do Sporting no Campeonato de Portugal prosseguiu nos anos Trinta (1933/34, 1935/36, 1937/38), Fernando Peyroteo ingressa no Sporting em 1937 e torna-se no melhor marcador do Campeonato português em 1938, com 34 Golos; entramos assim na antecâmara da década dourada do futebol do Sporting. Esta é também uma década de títulos em ténis, ciclismo, râguebi, tiro, hóquei em patins, patinagem, ginástica e esgrima. Alfredo Trindade venceu a Volta a Portugal em 1933, dando ao Sporting a sua primeira vitória individual e colectiva nesta Grande prova portuguesa.

As décadas de Quarenta e Cinquenta são os tempos de grandes conquistas para o futebol Leonino, e tudo se deve aqueles que ficaram para a História como os «Cinco Violinos», Jesus Correia, Vasques, Peyroteo, Travassos e Albano, são estes os nomes que constituíam a linha avançada do Sporting num tempo tão Dourado, como provam as conquistas de 10 Campeonatos Nacionais e 4 Taças de Portugal, e o prestigio do Sporting CP foi tal, que a Uefa convidou o Sporting a participar na primeira edição da Taça dos Clubes Campeões Europeus, em 1955/56, para a História fica também o facto de caber ao Sporting e Partizan de Belgrado a inauguração da Competição no Estádio Nacional, num jogo que acabou com um resultado de 3-3, sendo que coube a João Martins a marcar o primeiro Golo da Competição. Em 1955 José Travassos é convidado para uma Selecção da Europa, como foi o primeiro português a ter tal convocatória também ficou conhecido como o “Zé da Europa”.

O Atletismo conquista 12 Campeonatos Nacionais em pista entre 1940 e 1960, e no mesmo período foram dez vitórias colectivas em corta-mato, ou crosse. Francisco Inácio venceu a Volta a Portugal em 1941. Em 1941 começou a era dos títulos em Andebol. Em 1945 o Sporting fundou as primeiras escolas de Natação.

Quando o Sporting se aproxima dos 50 anos da sua existência e com a Grandeza que atinge, em muito graças as proezas dos «Cinco Violinos», pois não sendo o futebol a única modalidade do Clube é a que mais arrasta a Multidão, o velho stadium, também conhecido como Estádio do Lumiar, reconstruído em 1947, torna-se muito pequeno para o Sporting, e assim se decide construir um novo Estádio, desta vez um pouco mais Gigantesco, e após alguns sacrifícios dos sportinguistas, inaugura-se o novo Estádio, o Estádio José Alvalade, a 10 de Junho de 1956.

Entre 1960 e 1999, em futebol, o Sporting conquista seis campeonatos nacionais, sete taças de Portugal e uma taça das taças europeias, competição extinta na temporada de 1998/99, sendo que esta conquista europeia é ponto mais alto do futebol do Sporting e tal foi alcançado em 1963/64 com a Histórica vitória de 5-0 perante o Manchester United. Em 1974, Hector Yazalde conquista a Bota de Ouro dos goleadores europeus, ao marcar 46 golos. O hóquei em patins o Sporting, entre 1975 e 1990, conquista uma Taça dos Campeões Europeus, três Taças das Taças e uma Taça CERS. No atletismo, destacam-se nomes como os irmãos Castro, Carlos Lopes, este com duas medalhas olímpicas na maratona, sendo de destacar a de ouro nos Jogos Olímpicos de Los Angeles de 84 ou Fernando Mamede, recordista mundial durante cinco anos dos 10000 metros, e recordista europeu durante 15 anos da mesma modalidade, é de acrescentar que a nível interno o atletismo do Sporting tem sido uma força dominante, de tal forma, que o Sporting vencer os Campeonatos nacionais de atletismo é o “Normal”, a maior luta é para conseguir o pódio nas taças dos campeões europeus.

O andebol conquista um pentacampeonato entre1968 e 1973. João Roque, Leonel Miranda, Joaquim Agostinho e Marco Chagas são nomes que se destacaram no ciclismo do Sporting e no panorama nacional, sendo que Agostinho, terceiro lugar numa Volta à França, segundo numa Volta a Espanha, vencedor de três Voltas a Portugal, é proa de destaque a nível nacional. O ténis de mesa do Sporting conquistou 11 Campeonatos Nacionais consecutivos entre 1984-85 e 1994-95 e desde o início até à actualidade já soma 28.

1996Em 1996 no Sporting, por acção de José Roquette e outros dirigentes, como Miguel Galvão Teles, Dias da Cunha e Ernesto Ferreira da Silva foi criada uma Sociedade Desportiva de Futebol, SAD, admitida na Bolsa em 1998. O “Projecto Roquette”, um projecto empreendido com uma dinâmica de modernização do Clube em três vertentes: a desportiva, a patrimonial, e a organizacional; este é um projecto onde se engloba a construção de um novo Estádio e uma Academia vocacionada para a Formação. E tal concretizou-se através do aproveitar da organização do Euro 2004 ter ficado em Portugal, e do facto do novo estádio do Sporting ser um dos 10 utilizados nessa competição, cabendo ao Sporting CP também receber apoios do Estado e da Câmara de Lisboa, e assim o novo Estádio José Alvalade, uma parte do Alvalade XXI, onde também se incluía a Academia de Alcochete, um Pavilhão multidesportivo, o edifício da SAD, a Clínica CUF e um Centro Comercial, ficou concluído e foi inaugurado em 2003.

Em termos desportivos e desde 1999 até aos dias de hoje, em pleno séc. XXI, é de salientar, no futebol, a conquista de dois Campeonatos (1999/2000 e 2001/2002), sendo que o de 1999/2000 merece destaque por ser o primeiro após um jejum de 18 anos, duas taças de Portugal, duas super taças e uma presença numa final da Taça Uefa disputada no Estádio José Alvalade perante o CSKA de Moscovo. O ano de 2002, para além do ano da conquista duma Dobradinha em futebol, é também o ano da fundação do Directivo Ultras XXI (DUXXI), um grupo de sportinguistas cuja paixão ao Sporting os move no seguir o Sporting a qualquer lugar e apenas com o objectivo de que a equipa do Sporting se sinta sempre acarinhada e apoiada, afinal trata-se do Sporting CP, o 2º Clube da Europa (seguido do Barcelona), com maior número de conquistas desportivas; e este será sempre o Lema dum verdadeiro sportinguista: Esforço, Dedicação, Devoção e Glória!

visconde

“Queremos que o Sporting seja um grande Clube, tão grande como os maiores da Europa”

Evolução do logótipo

hist_1907

1907

hist_1913

1913

hist_1930

1930

hist_1945

1945

hist_1956

1956

hist_scp

2001

Leave a Reply