A Associação

26/07/2013

comunicadoNo dia 17 de Maio de 2002 nasceu o Directivo Ultras XXI. O grupo que começou por se situar no topo Norte do antigo estádio José Alvalade, deslocando-se para o mesmo topo do novo estádio, no sector A-17, estando actualmente no sector A-18 do topo Sul. Um grupo de amigos, sócios e simpatizantes do Sporting Clube de Portugal, decidiu por bem criar um novo projecto em Alvalade, com o intuito de apoiar apenas o clube do seu coração. Nessa data foi piblicado o seguinte comunicado:

Caríssimos amigos…

Nestes Últimos tempos, a grande maioria de vós foi extremamente importante para o sucesso do nosso clube. Constatámos que no estádio, sócios ou não, sempre apoiaram ao nosso lado. Precisamente por este motivo, decidimos informar-vos e dar-vos conta da nossa decisão de abandonarmos a Curva Sul, depois de vários anos ali passados.

Acontece que, no já próximo campeonato 2002/03, transferir-nos-emos, em número considerável para a curva norte. Estamos conscientes de que a mudança   não vai ser fácil,   mas isso serve também como estímulo para esta nova forma de viver e amar o grande Sporting Clube de Portugal. Ficaremos com muitas saudades da velha e querida Curva Sul, que nos viu crescer durante todos estes anos e que testemunhou das mais variadas formas o nosso amor pelo Sporting.

As razões que nos levaram a dar este passo são múltiplas, mas entre todas, as principais prendem-se com a total desorganização e o situacionismo de alguns elementos da Curva Sul.

Por este meto vimos assim informar todos os Sportinguistas das nossas pretensões e do novo rumo a que, tal como nós, o nosso clube se propôs, novo Estádio, novo Símbolo… Nova Claque, nova Mentalidade. Fazemos ainda o apelo a quem connosco quiser fazer a festa para se dirigir para a Curva Norte, e, viver grandes momentos com aquela fantástica Equipa que todos os Domingos nos reúne debaixo de um único emblema:o Leão, símbolo do nosso maravilhoso clube:

SPORTING!
PELO SPORTING, OBRIGADO POR EXISTIRES….!!
ATÉ QUE A MORTE NÃO NOS SEPARE….!!

duxxi_visionPREÂMBULO ESTATUTOS DA ASSOCIAÇÃO DIRECTIVO ULTRAS XXI

Os presentes Estatutos são elaborados tendo em vista a adequação legal do Directivo Ultras XXI, enquanto grupo organizado de adeptos do Sporting Clube de Portugal. Fundado no ano 2002, depressa atingiu um importante patamar de organização, porquanto encara, tão benéfica quanto necessária, a sua constituição como Associação nos termos gerais do Direito. Ainda assim não passa despercebida a  carência legislativa no que ao enquadramento jurídico de Associações deste tipo concerne. Efectivamente, apenas  na disposição do art. 6º da Lei n.º 38/98 de 4 de Agosto, a qual estabelece medidas preventivas e punitivas a adoptar em caso de manifestações de violência associadas ao desporto, o legislador faz expressa referência a grupos organizados de adeptos. Demarcando-se pelos seus fins desse tipo de manifestações, mas não deixando de  lamentar a omissão de legislação mais concreta sobre o tema, o grupo Directivo Ultras XXI acredita que constituindo-se em Associação estará a adequar-se também ele a uma sociedade que, não obstante a constante mutação, deverá reservar sempre espaço a realidades colectivas promotoras da cultura, do desporto e da solidariedade como o será o Directivo Ultras XXI. Desta forma o Directivo Ultras XXI pretende também dar o exemplo a muitos outros grupos organizados de adeptos que, fim de semana após fim de semana, seguem os mais diversos clubes desportivos nacionais. Ao longo de todo o diploma estatuário encontram-se várias manifestações directas ou indirectas dos princípios gerais orientadores do Directivo Ultras XXI, designadamente: Princípio do Funcionamento interno democrático; Princípio da adesão condicionada a associados do Sporting Clube de Portugal; Princípio da não discriminação dos sócios; Princípio da Igualdade; Princípio da Cooperação; Princípio da Autonomia em relação a qualquer instituição ou organização. Conscientes da importância que é representar a massa associativa do grande Sporting Clube de Portugal, na sua vertente mais activa e apaixonada, e orientados sempre por princípios de integridade e respeito, faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para licita e legitimamente alcançarmos os nossos objectivos.

Leave a Reply